Coisas favoritas: música

Acho que todos adolescentes, ou quase todos,  têm várias ideias curiosas sobre a futura vida adulta. Eu era uma dessas. Sempre que ouvia a famosa “na adolescência a personalidade está em formação”,  pensava que era sinônimo de ter opinião formada sobre TODOS-OS-ASSUNTOS-DO-MUNDO.  Por causa disso, perto de completar 18, tive momentos de aflição  pensando “ai meu Deus, tô saindo da adolescência e ainda não tenho opinião formada sobre ______________  (insira aqui o tema polêmico de sua preferência)”. Ironicamente,  alguns anos depois aqui estou, questionando minhas “opiniões formadas” o tempo todo (é o que eu tento, pelo menos).

D-E-S-E-S-P-E-R-A-D-A

D-E-S-E-S-P-E-R-A-D-A

Outra ideia curiosa: para mim, a adolescência era “A” época de escolher as coisas que tu iria gostar para o resto da vida. Mais ou menos assim: até os 18 era o meu prazo para eleger as bandas favoritas – e livros, e filmes, e comidas, etc, etc, etc – porque depois disso, quando eu fosse uma velha de 20 e poucos, provavelmente meus sentidos estariam seriamente comprometidos para conhecer (e gostar) de coisas novas. Aham.

Mas também, como levar esta pessoa a sério? (sem bullyng com a foto, por favor!!!)

Foi adolescente que eu conheci o Aerosmith, minha banda favorita até hoje. E só. O livro favorito da vida ainda não encontrei, comida muito menos (acho que pizza não conta), entre outras coisas. Aliás, talvez isso não tenha nenhuma importância. Mas não deixa de ser recreativo pensar nessas escolhas 🙂

Show do Aerosmith no Morumbi em 2007. Sem bullyng com a foto, por favor :-P

Show do Aerosmith no Morumbi em 2007. Sem bullyng com a foto, por favor 😛 (2)

Mas isso tudo para falar de algumas bandas e cantores (alguns que eu lembrei) que eu conheci depois dos 20 (uns beeem depois, até porque nem existiam antes) e, pasmem, ainda assim fui capaz de amá-los. Eis a lista, porque né, essa mania de listas não tem fim.

The Decemberists

Florence + The Machine

Nina Simone

Beyoncé

Johnny Cash

Chico Buarque

A banda mais bonita da cidade

Amy Winehouse

Adoniran Barbosa

 

Ecletismo manda beijos, muáhh.

Gifs do John Travolta no Pulp Fiction também não têm fim.

Gifs do John Travolta no Pulp Fiction também não têm fim.

Anúncios

2 comentários sobre “Coisas favoritas: música

  1. Pingback: Melhores 2015 | Vinte e todos anos

  2. Pingback: 20 coisas que aprendi depois dos vinte ou FilosofiANA | Vinte e todos anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s