Sobre cinema e cozinha

Umas das resoluções para antes dos 30 é cozinhar (e fazer dar certo) algum prato difícil. Depois de pesquisar algumas receitas e não ter nenhum ideia muito genial, resolvi me arriscar no tal do Crème Brûlée. Não é lá tãoooo difícil, mas dá um trabalhinho. E nada como ter apoio né? Até ganhei de Natal um maçarico para colocar o plano em ação!

InstagramCapture_79e9318f-e6d2-46aa-9f7e-4bc6e95c8802

Cuidado, perigo!!! 😮

Mas comecei a achar que estava muito fácil só o creminho. Aí resolvi fazer uma outra receita junto com ele. Também não tão difícil, porém trabalhosa. Mas antes de falar dela, já contei quais são meus filmes favoritos? Não?! Então vamos a eles (todos certificados pelo IAGO).

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Já perdi as contas de quantas vezes assisti. E eu lacrimejo todas as vezes na cena em que o homem encontra sua caixinha da infância. O filme está inteirinho em boa qualidade e legendado no Youtube (aqui). Se ainda não viu, veja porque é a-coisa-mais-linda-do-mundo.

Apenas Uma Vez

Muito por acaso, escolhi esse filme há alguns anos atrás numa ida à locadora. Nunca tinha ouvido falar, mas li o resumo atrás da capinha do DVD e simpatizei. Talvez por não ter nenhuma expectativa tenha gostado mais ainda. As músicas LINDAS/MARAVILHOSAS/LINDAS (a principal ganhou o Oscar de melhor canção original) estão sempre no meu mp4. Aliás, a trilha sonora do Amélie também.

Assista esta cena, por favor, nunca te pedi nada (a música começa em 1:24). Vai te arrepiar, te emocionar, te fazer achar beleza na vida, hahaha (mas é sério <3).

Frances Ha

Vi este numa lista qualquer de “não sei quantos filmes que estrearão não sei quando que você precisa assistir”. Eu perdi ele no cinema (foi para poucas salas), mas assisti muito feliz quando foi para o Netflix. E foi muito amor à primeira vista. Cabe o comentário de que este é o único da lista que eu não tenho o DVD. Mas meu aniversário tá chegando, faltam só sete meses, já fica a sugestão 😛

Julie & Julia

Filmes em que as pessoas cozinham sempre me chamam atenção. Filmes em que as pessoas cozinham em cidades bonitas da Europa, nem se fala. O Julie & Julia é muito simpático e querido; é daqueles filmes pra ser visto depois de um dia difícil. Tu vai se sentir bem melhor, acredite.

Uns dias atrás, revendo o Julie & Julia, foi quando decidi a segunda receita: o tal de Boeuf Bourguignon, uma das muitas que aparecem no filme.

Aguarde cenas dos próximos capítulos. E me deseje sorte.

P.S.: tenho saudade dos tempos de férias em que eu ia para a locadora no dia de promoção (alugar tipo 10 filmes a preço módico), e perdia lá um bom tempo bisbilhotando as prateleiras, escolhendo o que ia alugar. Mas a locadora mais próxima de casa fechou faz um tempo. Coisas dos tempos modernos. Eu tento repetir esse pequeno prazer adicionando filmes na minha lista do Netflix, mas definitivamente não é a mesma coisa. Alguém mais?

Anúncios

3 comentários sobre “Sobre cinema e cozinha

  1. Pingback: Cozinhando difícil | Vinte e todos anos

  2. Pingback: Pintando | Vinte e todos anos

  3. Pingback: BEDA Dia 3 – Seriados favoritos | Vinte e todos anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s